BMW S1000 RR - M Carbon. Teste completo na pista!

O colaborador Igor Pinfildi levou a nova BMW S1000RR M Carbon ao limite em um teste completo no Autˇdromo de Capuava

Por Thiago Dantas

Texto: Igor Pinfildi

Faaaaaalaaaaa time, tudo bem? Igor Pinfildi novamente para compartilhar mais uma experiência direto das pistas com elaaaaaa a recém chegada S1000 RR porém essa com um M especial, pacote M Carbon e quem conhece sabe que tudo que a BMW coloca a letra "M" é que vem o melhor do melhor.

Fomos atendidos pelo Eduardo do time da BMW que nos entregou essa "belezinha", de cara chama a atenção pelos detalhes.

  • Bolha maior; 
  • Grafismo exclusivo;
  • Manetes especiais dobráveis;
  • Protetor de freio;
  • Peças e acabamentos em carbono;
  • Rodas em carbono;
  • Pneus 200/55;
  • Ponteira Akrapovic em titânio;
  • Carenagens diferentes
  • Break slide assist 
  • Slide control

Esses são, de cara, os principais diferenciais desse modelo.

 

Foto: 2Soul Photo & Video

 

Quem acompanhou pelo nosso Instagram deve ter visto que compartilhamos direto do interior de SP na pista do Autódromo Fazenda Capuava e aproveitamos o convite do pessoal da Dezeró Racing para podermos extrair o máximo dessa moto no habitat dela.

 
BMW S1000RR M carbon recebe itens especiais da Motorsport - Foto: 2Soul Photo & Video

 

Customizando os mapas da BMW S1000RR 

Hoje, por sorte e para desespero dos mais puristas, nós temos motos que são completamente customizáveis de acordo com o estilo de cada piloto, isso ajuda muito a conhecer a moto e até mesmo no autoconhecimento.

No dia que recebi a moto, parei para dar uma boa olhada no manual, para que eu pudesse entender a melhor forma de configurar a moto de acordo com o tipo de “tocada” e principalmente a pista (Link para o manual online da moto no final da matéria).

Assim que cheguei em casa, já iniciei as mudanças eletrônicas pensando no percurso de aproximadamente 100km de casa até o autódromo e depois como eu rodaria no circuito.

A BMW permite que façamos a alteração do modo de condução (precisa deixar os mapas alterados na seleção do punho que tem um limite de 5 se eu me lembro bem) direto no punho e em movimento, então basta que você selecione o modo de pilotagem, confirme, a moto vai deixar pré-selecionado e assim que fechar o acelerador e soltar o freio ela irá alterar (eu acho isso muito legal).

A BMW conta também com um seletor de funções no punho esquerdo (quem já andou de GS 1200/ 1250, já deve ter visto, que facilita bastante a navegação pelos menus).

 

 
BMW S1000 RR tem diversos mdoos de condução - Foto: 2Soul Photo & Video

 

Em pouco menos de 20 minutos já estava tudo certinho, e a ansiedade já começava a aparecer.

Subi, separei as coisas, preparei a mala, coloquei o alarme no celular às 5:10 da manhã e fui descansar.

Mau fechei os olhos e já era hora de colocar aquela belezinha na estrada, eu já tinha andado nos modelos 2019, 2020 e 2021 e tinha uma ideia do que esperar. Tanque cheio, bora para a estrada (ainda noite).

 

Na cidade e na estrada

Sai pelas ruas de SP usando o modo Road, que deixei bem suave e confortável para rodar na cidade, claro que não é a proposta da moto, mas vai ter aquele dia que você vai querer ir na academia se envaidecer e esse modo de condução será bem utilizado rs rs rs.

Assim que entro na Rodovia dos Bandeirantes, altero para o mapa Race Pro 1, e ao girar o acelerador, já pude sentir a diferença.

Estrada no início da manhã bem vazia, deu para sentir um ponto que a BMW S1000 RR se destaca, um conforto muito grande, a posição de pilotagem é muitooo boa e permite tanto um passeio mais calmo com garupa como aquele mais radical. 

Muito rapidamente eu já estava entrando no Autódromo Fazenda Capuava, que fica ali em Indaiatuba, SP.

 
BMW S1000RR M Carbon - Foto: 2Soul Photo & Video

 

Novamente usarei o modo Road para a estrada de terra. 

Assim que cheguei fiz aquele vídeo maroto para vocês e já iniciei os preparativos.

 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Igor Pinfildi (@igor_pinfildi47)

 

Revisei as configurações, alterei a calibragem do pneu que para pista é diferente, ajustei o tipo de painel (Painel TFT 6,5 pol que mostra bastante coisa útil) que eu queria usar. Escolhi o de pista que trás muitas infos legais, como inclinação, utilização de algumas assistências eletrônicas etc.
OBS: O Ministério da Pilotagem Segura adverte: NUNCA olhe para o painel durante a pilotagem, grave risco de quedas)


Painel TFT de 6,5 pol no modo de visualização Race - Foto: 2Soul Photo & Video

 

BMW S1000RR - M Carbon no Track Day

 

A escola tem um café da manhã muito bom, comi uns 20 pães de queijo, porque na ansiedade de pegar estrada nem havia comido nada. Feito o briefing foram abertas as baterias (A, B, C e D).

Já logo entrei na bateria A, para sentir se a configuração que eu havia feito estava boa, limpar os pneus, me encontrar na postura para aí sim, com a pista e pneus quentes iniciar o teste.

Sei que muito do que falo aqui parece desnecessário, mas na verdade é super importante. Lá mesmo na pista conversando acabamos ouvindo muitas pessoas que não se preocupam em verificar suspensão, freios e calibragem de pneus, de acordo com a hora e temperatura da pista, a eletrônica da moto pode nos salvar de um susto. É importante lembrar de tudo para que possamos realmente curtir. Enfim, saí da primeira bateria e já revisei a calibragem com os pneus bem quentes (usei 32 na dianteira e 25 na traseira) e foi perfeito, a moto ficou ágil e firme. Importante, a moto conta com sensor de pressão dos pneus e dependendo a calibragem que queira usar, pode aparecer um aviso no painel que praticamente impossibilita de vermos as informações, fique tranquilo que isso é facilmente resolvido no menu de configurações da moto.

Aproveitei que enquanto descansava para a próxima bateria e o sol já estava bombando e pedi ao pessoal da 2Soul Photo & Video  (responsável pelas fotos do evento) fazer umas fotos da moto parada, o Eduardo Muniz caprichou e vocês vão ver o resultado ao longo da matéria e do vídeo.

 


Motor de 4 cilindros em linha com 210 cv de potência - Foto: 2Soul Photo & Video

Com o passar das baterias, fui pegando mais o jeito da moto e começando a sentir algumas particularidades dela. Seu motor 4 cilindros é muito liso e linear e em altas rotações mostra muita força. Para quem já conhece o autódromo sabe que na reta oposta se acelerar com vontade a moto empina muito fácil e como seria diferente com essa 1000 cc?

Assim que embicamos na reta e aceleramos com vontade a força desse motor aparece, conseguimos colocar até terceira marcha e já estamos a mais de 200km/h e precisamos parar, os freios da BMW são simplesmente fantásticos, acredito que não precisei usar mais que 40% dele para deixar a moto no jeito para fazer a curva 1. Nesse momento também, entram em cena duas assistências que a BMW possui: Break slide assist (uma extensão do ABS Pro) e Slide control.

Confesso que não quis arriscar a utilização, pois tem um risco e julgo que precisaria de mais tempo para me sentir confortável, sem falar que pelo manual recomenda a utilização com pneus slicks.

Foto: 2Soul Photo & Video 

 

Algo que todo mundo me perguntou muito (pois acredito que em outras versões podia ser algo recorrente) era sobre o falso neutro que acontecia ao reduzir da terceira para a segunda marcha e em quase 600km que andei não tive sequer 1 ocorrência desse tipo, o câmbio foi muito preciso e usei o quick shifter (que auxilia a troca de marcha sem precisar acionar a embreagem) durante todo o tempo. O pedal de câmbio da S1000 permite que se o piloto quiser inverter o câmbio (muito usado nas pistas primeira para cima e o resto para baixo) é possível fazer na pedaleira original, coisa que acredito que a S1000 seja o único modelo que possibilita isso, nas outras motos, geralmente trocamos a pedaleira. 

Com 4 baterias em cima da moto, parecia que ela já era minha a bastante tempo, me senti muito confortável e seguro, a bolha me deu muita proteção aerodinâmica e permitia que quando carenado ouvisse o som do escape Akrapovic “berrando” alto.

 


Teste no Autódromo de Capuava - Foto: 2Soul Photo & Video

 

O circuito é “travadinho” e tem muitas transições, o que exige bastante do nosso físico. A BMW desde 2016 conta com sistema ABS Racing que permite que se necessário usemos o freio durante as curvas (com inclinação) sem que a moto levante o que dentro de uma pista pode gerar um acidente.

 
Adrenalina pura com a BMW S1000RR M Carbon - Foto: 2Soul Photo & Video

 

Acredito que uma eletrônica bem ajustada de motor e suspensão, combinada com as rodas de carbono (ultra leves) formam o conjunto perfeito para a curva perfeita. 

Confiante de que não faria feio, pedi ao meu amigo e instrutor Cayo Lourenço, para dar algumas voltas comigo filmando para que vocês pudessem acompanhar essa maquina de todos os ângulos.

 

 
BMW S1000RR M carbon - Foto: 2Soul Photo & Video

 

Fim do dia se aproximando e já era hora de dar tchau para os amigos pois ainda tinham 100km de estrada no retorno para casa. Assim que saí, tem uma nova estrada que possibilita que peguemos a Rodovia dos Bandeirantes essa estradinha vazia permitiu que eu testasse a performance das asas desse modelo capazes de gerar de 3 a 17 kg de downforce (que permite que a moto fique muito mais estável) de acordo com a velocidade, e elas realmente funcionam.

Retorno para casa tranquilo (tirando a adrenalina que ainda estava no corpo), acho muito legal ver nas ruas e estradas quando passamos, como essas máquinas despertam a atenção das pessoas, independente se são amantes ou não das duas rodas. Pode ser pela cor, pelo barulho, pelas nossas roupas, enfim não podia ser diferente nesse caso também.

A BMW acertou muito a mão, a moto ficou linda, repleta de detalhes e muitos mimos, uma moto que é muito versátil e atende a todos os tipos de passeios e pilotos, porém é muito importante que todos lembrem de usar o que a moto tem, fazendo a leitura do manual e as respectivas configurações.

Queria agradecer ao pessoal da BMW pela parceria e confiança e em breve teremos mais brinquedinhos para vocês.

 

FAQ

 

Qual a medida do pneu traseiro?
R: 200/55 R17 da marca Metzeler RaceTec RR

 

A moto possui a função de Lap?

R: Sim

 

A ponteira Akrapovic é original?

R: Sim

 

A moto possui monoposto?

R: Sim, porém é opcional

 

O protetor de embreagem é de série?

R: Na versão M Carbon sim

 

O sistema de freio é de qual marca?

R: O sistema conta com tudo Brembo exceto a pinça dianteira que é da própria BMW

 

A abertura do painel tem alguma diferença por ser a versão M Carbon?

R: Não, mas bem que merecia

 

A versão M Carbon é numerada?

Não.

 

Equipamento Usado

 

Manual S1000 RR - M Carbon 

https://manuals.bmw-motorrad.com/manuals/BA-Extern/IN/BA-INTERNET-COM/PDF/S_0E21_RM_0520_01.pdf

 

Ficha Técnica BMW S1000RR M Carbon


Motor

  • Tipo: Motor tetracilíndrico em linha, de quatro tempos, com arrefecimento líquido e quatro válvulas por cilindro.
  • Cilindrada: 999 cc 
  • Potência: 210 cv  à 13.750rpm    
  • Torque:  113 Nm às 11.000rpm    
  • Taxa de compressão: 13,3:1    
  • Carburação/gestão do motor: Injeção eletrônica, coletores de admissão variáveis    

 

Sistema elétrico

  • Alternador: 450 W
  • Bateria de lítio M: 12 V/5 Ah 

 

Transmissão

  • Embreagem: Multidisco deslizante banhada a óleo
  • Transmissão: Corrente com seis marchas.
  • Transmissão secundária: Corrente 525 17/46
  • Controle de tração: Dynamic  Traction Control (DTC)

 

Dimensões/pesos

  • Altura do banco: 832 mm    
  • Distância entre eixos: 1.457 mm 
  • Capacidade do depósito: 16,5 l
  • Reserva: aprox. 4 l    
  • Comprimento: 2.073 mm
  • Altura:  1.205 mm
  • Largura: 740 mm
  • Peso seco: 197 kg

 

Ciclística/Freios

  • Suspensão dianteira: Suspensão telescópica invertida com Ø 45 mm com ajuste de compressão e retorno e ajuste da pré-carga
  • Suspensão traseira: Braço oscilante de alumínio "WSBK", Full Floater Pro com ajuste de compressão e retorno e ajuste da pré-carga
  • Curso dianteiro/traseiro:  120 mm / 117 mm
  • Trail:  99,8 mm
  • Ângulo da coluna de direção: 66,4°
  • Rodas: Rodas de liga leve forjadas, em alumínio fundidas ou em fibra de carbono.
  • Roda dianteira: 3,50 x 17''
  • Roda traseira: 6,00 x 17“
  • Pneu dianteiro: 120/70 ZR 17
  • Pneu traseiro: 190/55 ZR 17
  • Freio dianteiro:Dois discos, pinças fixas de quatro êmbolos, diâmetro de 320 mm
  • Freio traseiro: Disco simples, diâmetro de 220 mm, pinça flutuante de êmbolo simples    
  • ABS: Race-ABS BMW Motorrad ajustável (parcial ou integral), podendo ser desligado no menu de seleção de Modos.
  • ABS Pro: Configurações ABS Pro disponíveis nos Modos de Pilotagem: RAIN, ROAD, DYNAMIC e RACE

 

EQUIPAMENTO DE SÉRIE

  • ABS PRO
  • AJUSTE DE COMPRESSÃO, RETORNO E PRÉ-CARGA AM. TRA.
  • AJUSTE DE COMPRESSÃO, RETORNO E PRÉ-CARGA AM. DIA.
  • AMORTECEDOR DE DIREÇÃO
  • ASSISTENTE DE TROCA DE MARCHAS PRO
  • ASSISTENTE DE PARTIDA EM SUBIDA
  • BATERIA DE LÍTIO M 
  • BMW MOTORRAD RACE ABS
  • BMW SHIFTCAM
  • BRAKE SLIDE ASSIST E SLIDE CONTROL
  • CORRENTE M ENDURANCE
  • CONTROLE DE TRAÇÃO DINÂMICO [DTC]
  • FAROL DIANTEIRO EM LED
  • IMOBILIZADOR ELETRÔNICO
  • KIT CHASSI M
  • LUZES TRASEIRAS EM LED
  • LUZES DE DIREÇÃO EM LED
  • MANETES DE FREIO E EMBREAGEM AJUSTÁVEIS
  • MULTI-CONTROLLER
  • MODOS DE PILOTAGEM: RAIN, ROAD, DYNAMIC, RACE & RACE PRO
  • PAINEL TFT 6,5"
  • PARABRISA ALTO
  • RODAS EM LIGA LEVE
  • SISTEMA DE CONECTIVIDADE

Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Compartilhe:

Receba notícias de moto.com.br